A borboleta que há em nós!

Olá meus amores, tudo bem?

Fiquei pensando em que assunto traria aqui para meu retorno e vi que preciso falar e compartilhar com vocês o que vivi e tenho vivido nesses últimos anos e meses.

Quem me acompanha desde o início por aqui, pelo instagram, facebook ou pelo youtube. Já deve ter ouvido ou visto eu falando sobre ansiedade, depressão… E o quanto tudo isso mudou e transformou minha vida, meus dias, as pessoas que me cercam e principalmente a visão que tenho sobre tudo e mim mesma.

Decidi, através deste post dividir com vocês o que tudo isso me trouxe e a minha visão real de tudo. Já vou salientando que minha verdade, é minha! Ok?! O que eu vivi e vivo e não significa que é uma regra.

Mas espero ajudar alguém com este relato.

Tenho lutado há anos com toda a bagagem que tenho carregado. Sei que a vida é feita de ganhos e perdas, mas aprendi que nenhuma, absolutamente nenhuma luta, perda ou ganho deve ser diminuída e desvalorizada.

Até porque, são através delas que crescemos e nos conhecemos.

Ter crises de ansiedade, ficar 2 semanas em uma cama sem sair dela nem para tomar banho… Não é fácil, eu sei! Eu vivi isso! E junto com esse turbilhão de pensamentos, diagnósticos e situações. Vieram as situações acumuladas. Sim!

Sabe aquelas situações que passamos e falamos para nós mesmas como um mantra, repetidamente. Tá tudo bem, passou! Não! Não passa! Se você não encarar de frente e se fortalecer e aprender com aquela situação.

Foi isso que aconteceu comigo. Me vi com 30 anos e uma enxurrada de coisas do passado, presente e futuro sendo jogadas na minha cabeça. E eu? Me escondi, repeti várias e várias vezes. Vai passar, vai passar, vai passar… E não passou!

Até que comecei a entender e ver que precisava encarar, parar de me vitimizar e entender que diante de mim havia uma MEGA oportunidade de renascer como pessoa, como mulher, como profissional…

Então, comecei a olhar pra dentro. Procurar entender o que a taquicardia, as mãos frias, a tremedeira, o nervosismo surreal e tantos outros sintomas estavam querendo me dizer.

Porque sim meu povo, o corpo fala! E quando não ouvimos ele grita! E o meu berrou!

Comecei a entender quais eram os meus gatilhos, situações que me levavam aos sintomas. E o que estava mal resolvido.

Ah, você deve estar pensando. Ela é a MULHER MARAVILHA! Não, não sou! Mas entendi que precisava encarar, olhar pra dentro, me conhecer… Do jeito que sou! Sem máscara, sem impedimento, sem preconceito

E descobri que sou maior que tudo isso que vive, vivo e vou viver. Que há um propósito na minha vida e história. Que posso chorar, sentir raiva, dor, alegria, amor… Tudo de uma vez. E tudo bem! Desde que seja eu, do jeito que Deus me criou pra ser.

Independente da opinião alheia, das cascas que eu mesma e a vida se encarregou de colocar.

sobre-a-dor-e-o-sofrimento-voce-precisa-saber-disso.html

Mas Lê, o que é que você já passou nessa vida? Ah! Se eu contar pra vocês, de tudo um pouco… Tem abuso, tem agressão física e emocional, tem bullying, preconceito… E muito mais.

E com certeza um dia estará cada uma delas em meu livro, um sonho que meu pai sempre teve a certeza de que aconteceria. E como uma amiga me disse: Já foi inscrito no plano espiritual! E eu também creio nisso.

Enquanto não acontece neste plano, quero dividir essas gotas desse oceano de aprendizado que é a vida. E não! NÃO ME TORNEI FRUTO DO QUE SOFRI! Pela graça de Deus, junto Dele e vocês descobri que o desconforto nos fortalece e faz crescer. E nada disso vem para nos matar, e sim, fortalecer!

deixar-ir-o-sofrimento

Lembre-se sempre da borboleta, que a princípio é uma lagarta. Ao ser envolvida em um casulo desconfortável, apertado, sufocante… Até estar pronta para romper e voar.

Assim somos nós, com nossos casulos aprendemos a nos transformar em borboletas. Cada vez mais lindas, coloridas e livres para viver aquilo que Deus preparou para cada um de nós!!!

rubem-alves

Bem, eu espero que vocês tenham gostado do post. Tentei abrir meu coração e mostrar que do lado de cá não é diferente, viu?! Mas temos uns aos outros! Gratidão por isso!

Um grande beijo fiquem todos com Deus!

 

Anúncios

2 comentários sobre “A borboleta que há em nós!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s